Tudo sobre Classes e Objetos em PHP

LINKS PATROCINADOS

Uma classe é um conjunto de variáveis e funções relacionadas a essas variáveis. Uma vantagem da utilização é poder usufruir do recurso de encapsulamento de informação. Com o encapsulamento o usuário de uma classe não precisa saber como ela é implementada, bastando para a utilização conhecer a interface, ou seja, as funções disponíveis. Uma classe é um tipo, e portanto não pode ser atribuída a uma variável. Para definir uma classe, deve-se utilizar a seguinte sintaxe:

class Nome_da_classe {
   var $variavel1;
   var $variavel2;
   function funcao1 ($parametro) {
    /* === corpo da função === */
   }
}

 

Objeto

Como foi dito anteriormente, classes são tipos, e não podem ser atribuídas a variáveis. Variáveis do tipo new , seguindo o exemplo abaixo:

$variavel = new $nome_da_classe;

Para  utilizar  as  funções definidas na classe, deve ser utilizado o operador
 -> , como no exemplo:

$variavel->funcao1(

Na definição de uma classe, pode-se utilizar a variável $this, que é o próprio objeto. Assim, quando essa uma classe é instanciada em um objeto, e uma função desse objeto na definição da classe utiliza a variável $this significa o objeto que estamos utilizando.

Como exemplo da utilização de classes e objetos, podemos utilizar a classe conta, que define uma conta bancária bastante simples, com funções para ver saldo e fazer um crédito.

class conta {
   var $saldo;
   function saldo() {
     return $this->saldo;
   }
   function credito($valor) {
     $this->saldo += $valor;
   }
}
$minhaconta = new conta;
$minhaconta->saldo();// a variavel interna não foi
// inicializada, e não contém
// valor algum
$minhaconta->credito(50);
$minhaconta->saldo(); // retorna 50

 

SubClasses

Uma classe pode ser uma extensão de outra. Isso significa que ela herdará todas as variáveis e funções da outra classe, e ainda terá as que forem adicionadas pelo programador. Em PHP não é permitido utilizar herança múltipla, ou seja, uma classe pode ser extensão de apenas uma outra.

Para criar uma classe extendida, ou derivada de outra, deve ser utilizada a palavra reservada “extends”, como pode ser visto no exemplo seguinte:

class novaconta extends conta {
  var $numero;
  function numero() {
     return $this->numero;
  }
}

A classe acima é derivada da classe conta, tendo as mesmas funções e variáveis, com a adição da variável $numero e a função  numero().

 

Construtores 

Um construtor é uma função definida na classe que é automaticamente chamada no momento em que a classe é instanciada (através do operador “new”). O construtor deve ter o mesmo nome que a classe a que pertence. Veja o exemplo:

class conta {
   var $saldo;
   function conta () {
     $this.saldo = 0;
   }
   function saldo() {
     return $this->saldo;
   }
   function credito($valor) {
     $this->saldo += $valor;
   }
}

Podemos perceber que a classe conta agora possui um construtor, que inicializa a variável $saldo com o valor 0. Um construtor pode conter argumentos, que são opcionais, o que torna esta ferramenta mais poderosa. No exemplo acima, o construtor da classe conta pode receber como argumento um valor, que seria o valor inicial da conta. Vale observar que para classes derivadas, o construtor da classe pai não é automaticamente herdado quando o construtor da classe derivada é chamado.

Autor: Curso de Linguagem PHP de Maurício Vivas.

LINKS PATROCINADOS
Veja uma seleção dos 10 melhores artigos que temos sobre este assunto:
Pesquisa personalizada

1 comentário

  1. […] utilização é poder usufruir do recurso de encapsulamento de informação. Com o encapsulamento o usuário de uma classe não precisa saber como ela é implementada, bastando para a utilização conhecer a […]

Deixe seus comentários